• Segunda edição das 400 voltas Jaime Moura a 2 e 3 de Março
  • Finalistas do The Girls on Track em estes testes este fim-de-semana no Kartódromo do Leiria
  • Primeira Sessão de Captação do Troféu Kart Kid Race School decorreu em Fafe
  • Reconhecimentos do Rali Serras de Fafe arrancam no Sábado
  • Falecimento de Manuel Monteiro

Rali Serras de Fafe apresentado

Seg, 4 de Fevereiro de 2019

O Arquivo Municipal de Fafe recebeu a apresentação da 32ª Edição do Rali Serras de Fafe, que este ano tem como ponto alto a presença do piloto do WRC, Dani Sordo, aos comandos de um Hyundai i20 R5. Igualmente foram apresentadas algumas novidades em termos de percurso.

O Presidente da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, Ni Amorim, abriu a sessão realçando a importância que o Rali Serras de Fafe tem para o Campeonato de Portugal de Ralis.

“É o primeiro Rali do Campeonato e por isso é um momento muito importante, pois o que se passa em Fafe serve de barómetro para o que se vai passar no resto da época. O ano passado foi assim e chegámos ao Algarve com praticamente o mesmo número de carros que tivemos em Fafe e com três pilotos a disputarem o título. Para além disso, este ano temos o Bruno Magalhães que disputou nos últimos anos o Europeu de Ralis e que será certamente mais um dos candidatos ao título.”

Ní Amorim realçou ainda a presença de Dani Sordo:

“A presença do Dani Sordo nesta prova de abertura evidencia bem a notoriedade que cada vez mais o Rali Serras de Fafe tem no panorama automobilístico. Acreditamos que a presença de pilotos espanhóis será ainda incrementada. Tudo isto é bom para o Rali, para o desporto, para a região e para a economia.”

Para fechar o Presidente da FPAK realçou que “contamos com a Comunicação Social, para divulgar o rali e para nos ajudar a reforçar as questões de segurança, tão importantes em provas de estrada.”

A segurança foi um tema quente para todos os oradores.  Carlos Cruz, o Presidente do Demoporto, clube organizador, referiu em tom bem humorado que “em Fafe já não há mais terra para explorar. Os últimos 800 metros de terra que anda não tinham sido utilizados, vão ser integrados no 'shake down' e por isso faço um apelo (risos) ao Sr Presidente da Câmara, para que por favor trate de ter mais troços…”

Em termos de inscrições “acrescento que é muito bom em termos desportivos, termos a presença do Dani Sordo e sabemos que onde está o Sordo estão, normalmente, muitos espanhóis e assim teremos que reforçar segurança. Solicito , mais uma vez, aos órgãos de comunicação social para apelarem à segurança, para apelarem ao público, para que se mantenha nos locais seguros.”

Relativamente ao programa da próxima edição, Carlos Cruz revelou que “na Sexta-feira teremos a novidade do traçado da Fafe Street Stage que começa pelas 21.00 horas. Arranca com o Campeonato de Ralis Norte de Ralis e termina com os participantes do Campeonato de Portugal de Ralis.”

“No Sábado realiza-se Ruivães com novo traçado. São Pedro, que já não se faz há muito, regressa à prova e vamos ter o troço Aboim/Vizela, que começa em Aboim, passa pelo rio Vizela e regressa à mesma localidade de Aboim, onde termina.”

“À tarde teremos os clássicos Montim e Lameirinha e esperamos terminar às 17.30, em Fafe, com uma grande festa na Praça do Município.”, rematou o homem do Demoporto.

O Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raúl Cunha, reforçou o apelo à segurança e explicou o porquê da necessidade de alterar o traçado da Fafe Street Stage:

“Este ano é o terceiro em que fazemos a 'street stage'. É uma prova muito bem aceite, trouxe muitos visitantes a Fafe, embora tenha criado algumas perturbações no funcionamento da cidade. Queremos fazer um percurso que traga o rali ao centro da cidade, mas não perturbe o seu bom funcionamento. Este ano a Fafe Street Stage passa mais perto do parque da cidade e dessa forma deixa o centro mais livre, para que a cidade funcione.”

“A nossa preocupação com o desenvolvimento do rali e com o bom funcionamento da cidade obrigou-nos a estas alterações e acreditamos que o espectáculo não vai sair prejudicado.”

O Presidente do Município reforçou “a aposta do município nos ralis como forma de promoção turística e esta á uma aposta ganha.”

“Temos um conjunto de troços estimulantes e com um factor de atractividade especial. Temos ainda a sorte de ter uma bancada natural para os ralis e por isso o desporto automóvel não prescinde de Fafe e Fafe também não prescinde do desporto automóvel.”

Por fim, foi tempo de “agradecer ao senhor vereador Parcídio e aos funcionários do município pelo empenho no desenvolvimento da modalidade. Já agora, só para responder ao senhor Presidente da FPAK, deixe-me dizer-lhe que o que começa bem termina bem e seguramente que no Algarve vão ter muitos participantes”, concluiu o edil de Fafe.

O Rali Serras de Fafe vai para estrada nos próximos dias 22 e 23 de Fevereiro.